sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

COMO EMPREGAR PORQUE, POR QUE, PORQUÊ E POR QUÊ

As formas Porque, por que, porquê e por quê possuem diferentes funções morfológicas. Para isso, uma das maneiras de apontarmos a utilização de cada um é ter em mente as suas classes gramaticais.

Por que
Por que é a junção da preposição por com o pronome interrogativo que. Pode ser utilizada em duas situações:

Primeira situação: quando antecede questionamento sobre razão de um determinado acontecimento.
Exemplos:
Por que Luana trouxe os livros para a sessão de promoção?

Segunda situação: quando estiverem expressas ou subentendidas as palavras motivo ou razão. Quando por que puder ser substituída pelas expressões por pelo qual, pela qual, pelos quais, pelas quais.

Exemplos:
A razão por que escolhi protestar é pessoal.
Letícia entende por que razão não conquistou a vaga.
Felipe compreende por que motivo você não lhe deu atenção.

As gestões por que passamos foram democráticas.

Por quê
Por quê é a combinação da preposição por com o pronome interrogativo que. Dever ser utilizado quando vier antes de um ponto (ponto final, interrogativo ou exclamação). Sempre estará no final de uma frase.
Tem sentido de por qual razão, por qual motivo.

Exemplos:
O país está em crise? Por quê?
Morar em bairro nobre, por quê?
Você ainda não terminou o trabalho da escola por quê?
Lúcia brigou comigo, mas não entendi por quê.
Perdoar o inimigo por quê?

Porque
Porque é uma conjunção subordinativa causal ou explicativa que une duas orações. É aplicada em frases afirmativas e respostas explicativas.
Tem sentido de visto que, uma vez que ou pois.

Exemplos:
Suzana não foi ao show porque não conseguiu comprar o ingresso.
Pedro estudou bastante porque pretende ser aprovado no Enem.
Mônica foi criticada porque não apresentou o trabalho no formato exigido.

Porquê
Porquê é um substantivo comum masculino. Sempre está acompanhado de um artigo ou de um pronome, podendo variar entre singular e plural.
Tem sentido de razão, causa ou motivo.

Exemplos:
Raissa não explicou o porquê de tanta confusão
Qual o porquê do baixo desempenho da equipe de vendas?
Quero um porquê para a mudança feita nessa sala.


Resumindo


QUESTÕES COMENTADAS

(TRE – CE 2002) É preciso corrigir a forma sublinhada na frase:
(A) Os homens se corrompem porque seus interesses pessoais sobrepujam todos os outros.
(B) Por que sempre há os que deturpam o pensamento alheio?
(C)) Sim, a vontade geral quase nunca sobrepuja as vontades particulares, mas por que?
(D) O porquê do egoísmo humano sempre foi um grande mistério.
(E) A justiça social, por que todos lutam, está longe de ser alcançada.


Comentário
Na alternativa (A) a frase é afirmativa. Portanto a forma está correta. Na alternativa (B) a forma está empregada corretamente pois é utilizada para realizar uma pergunta. Na alternativa (D), a forma empregada é um substantivo e nos remete a ideia de motivo. Não preciso de correção. Por fim, na alternativa (E), há também emprego correto da forma porque ela tem sentido traz a ideia de razão, podendo ser substituída pela expressão pela qual.


Na alternativa (C), forma correta não é por que, mas por quê. É a alternativa a ser marcada porque a forma é precedida pelo ponto de interrogação.

Teste seus conhecimentos  clicando no nome do conteúdo

Português - Usos dos porquês

Participe do nosso grupo de estudo no Google + Clicando aqui.

0 comentários:

Postar um comentário